Raspberry Pi: Aplicativos gráficos na inicialização


Executando uma aplicação gráfica na inicialização do Raspberry

Para se iniciar um programa automaticamente logo após a energização do Raspberry podemos utilizar diferentes procedimentos. Mas estes procedimentos falham quando o aplicativo que se deseja inicializar é um aplicativo que utiliza recursos gráficos. Isto ocorre porque o servidor gráfico, chamado de servidor X, no caso do Raspberry sem nenhuma modificação sequer é chamado na inicialização.

Para que o aplicativo funcione, temos então que, em primeiro lugar, iniciar o “X” no boot do sistema. E depois de iniciado o “X”, disparar o aplicativo desejado. Vamos demostrar como fazer isto.

Estamos utilizando a versão Linux 4.1.19, interface LXDE. Caso você não tenha atualizado recentemente o seu Raspberry, é sempre interessante deixá-lo atualizado. Para isto:

 sudo apt-get update
 sudo apt-get upgrade

Numa distribuição mais “parruda”, como a Mint 18, o servidor X é chamado por padrão na inicialização. O sistema já inicia no modo gráfico. Assim, para disparar um aplicativo gráfico no início, basta configurar o aplicativo através do menu Preferencias/Aplicativos de sessão. Muito fácil e rápido. A solução aqui apresentada se destina a versões Linux mais enxutas e sem tantos recursos em sua interface, como a que equipa o Raspberry.

Executando o “X” automaticamente na inicialização do Raspberry

Para configurar o Raspberry Pi de forma a iniciar no ambiente gráfico, digite a seguinte linha de comando:

 sudo raspi-config

A seguinte tela irá se abrir:

Tela inicial do raspi-config

Selecione a opção 3- Enable boot to desktop/Scratch, conforme apresentado na figura a seguir:

Selecionando o boot

Na tela que se abre selecione Desktop log in as user pi

Escolhendo o boot gráfico

 

Agora reboot o sistema através do comando sudo reboot. Pronto, após o reboot a tela gráfica será apresentada!. Para trabalhar na linha de comando basta abrir um terminal , por exemplo o LXTerminal. O ícone correspondente ao lançador deste aplicativo está disponível na tela apresentada logo após a inicialização.

Resolvido o caso do “X” no início da operação, o próximo passo é configurar um aplicativo para entrada automaticamente.

Executando um aplicativo gráfico na inicialização do Raspberry

Abra o arquivo autostart. Na nossa versão usamos o comando:

 sudo nano /etc/xdg/lxsession/LXDE/autostart

Caso este comando não funcione com você vá abrindo os diretórios etc, xdg, etc procurando por pequenas modificações de nome. Em algumas versões o diretório LXDE é nomeado como LXDE-pi.

Digite o nome do comando , precedido por um @ e logo antes da chamada ao screensaver, como mostrado na figura a seguir. No nosso caso fizemos com que o terminal inicie aberto, pois é um dos aplicativos de uso constante nos nossos desenvolvimentos.

Configurando o aplicativo na inicialização

Agora reboot novamente o Raspberry. A interface gráfica irá aparecer e logo em seguida o terminal se abre. Missão cumprida! Até a próxima!

Deixe um comentário